Capa

Geral

Brasileiro de Snipe 2022 terá campeões mundiais, pan-americanos e até grávida de 31 semanas

Competição começa nesta terça-feira (25) no Iate Clube do Espírito Santo, em Vitória (ES)

24.01.2022  |  2.160 visualizações  |  anexos

A 72ª edição do Campeonato Brasileiro de Snipe começa nesta terça-feira (25), no Iate Clube do Espírito Santo, com 35 duplas participantes de nove estados. O evento nas águas capixabas contará com grandes nomes da modalidade, incluindo campeões mundiais, medalhistas pan-americanos, atletas olímpicos e a nova geração da modalidade. A competição oferece seis vagas para o Mundial da classe, que será em agosto, no Clube Naval Cascais, em Portugal. 

A categoria Snipe é uma das mais concorridas do país. Já passaram por ela os maiores nomes da modalidade, como Torben Grael, Lars Grael e Robert Scheidt. O Brasil detém os títulos mundiais no geral e no feminino. No ano de 2019, em Ilhabela (SP), Henrique Haddad e Gustavo Nascimento foram os vencedores. Já em 2021, na versão feminina em São Paulo (SP), Juliana Duque e Mila Beckerath se tornaram campeãs.

A última edição do Brasileiro de Snipe foi em 2020, no Yacht Club da Bahia, em Salvador (BA). Na ocasião, o título ficou com Matheus Tavares e Flávio Castro. O maior vencedor da história da categoria no Brasil é Alexandre Paradeda, com 13 conquistas.

''O Iate Clube do Espírito Santo tem uma estrutura consolidada para abrigar um evento deste porte e estamos muito confiantes de que será um sucesso. Nossa Marina oferece toda a estrutura para barcos, lanchas, jet-skis e outros tipos de embarcações. Para nós, sediar um evento desse porte significa um importante atrativo turístico para nossa região, que vai receber velejadores de diversas partes do Brasil. Também é uma excelente oportunidade para troca de experiências entre os velejadores'', disse Victor Santos Neves Filho, diretor de vela do Iate Clube do Espírito Santo.

A primeira edição oficial do Brasileiro de Snipe foi realizada em 1949, onde a conquista ficou com Joseph William Morris Brown e Peter Mac Gregor. Outros dois campeonatos nacionais foram disputados em 1945 e 1947.

''A competição será um sucesso com várias atrações como vagas, disputas tradicionais e muita diversão! A forte presença das flotilhas de nove estados mostram que o Snipe é muito forte e de qualidade'', contou Paola Prada, secretária nacional da classe Snipe. 

Grávida de 31 semanas

A capixaba Odile Ginaid fez parte da equipe olímpica brasileira por dois ciclos olímpicos e inspirou muitas meninas a disputar regatas de monotipos pelo país. A velejadora segue competindo e nesta temporada vai correr grávida do menino Dante em casa. A atleta está grávida de 31 semanas e a barriguinha já aparece no colete salva-vidas utilizado pelos competidores.

Odile terá como proeiro Bruno Falco no Brasileiro de Snipe, que foi aluno dela na Escolinha de Vela do ICES. Ela conta que a gravidez não a impediu de praticar o esporte que mais ama de forma competitiva.

''Sempre fui ativa e me mantive no esporte, praticando outras modalidades e velejando em toda a gestação. Velejei o Sul-Americano de Laser e o Mundial Feminino de Snipe no ano passado. A diferença agora é que a barriga está maiorzinha, mas só isso! Ainda tenho muito espaço para passar por baixo da retranca'', contou Odile Ginaid.

O cuidado, segundo a atleta da classe Snipe, é a diversão! ''Sem pressão de resultado. Mas em uma coisa ele está me ajudando muito: no peso''.

Nas águas de Vitória (ES) estão confirmados os bicampeões mundiais Bruno Bethlem e Dante Bianchi. Os dois somam juntos oitos títulos nacionais na categoria. Outra dupla de alto nível na disputa será Juliana Duque e Rafael Martins, atuais medalhistas de bronze dos Jogos Pan-Americanos.

Atletas inscritos

Felipe S. de Linhares e Andreis Castro
Alex B Juk e Piero Furlan
Odile Ginad e Bruno Falco
Liana Fragoso e Luca C Miguel
Junior João Manoel Ammar e Felipe Cade Contarini
Geral Eduardo Beirão e Paulo Sérgio Beirão
Caio Pantoja e Rachel Gatti Armani
Ralf Rosa Fo. e Alfredo Rovere
Arcéllio Moreira e Thiago C. Sangineto
Héctor J A Concha e Breno Gervásio
Eduardo Bediaga e Enrique Pradal
William Brown e André Zenóbio
Gabriel Caju Rodrigues e Raphael Chalhub
Bernardo L. Peixoto e Lucas Gabor Urmenyi
José Vicente Monteiro e Maria Hackerott
Caio Ribeiro Bailly e João G Petersen
Manuella E Moreira e Ian franzen
Rafael Gagliotti e Flávio Castro
Eduardo C Lebreiro e Rodrigo Haje
Erick Diegues e Enzo de Abreu
Marcelo Bellotti e Ellion Santana
Nick Pellicano Grael e Alexandre Muto
Thiago Cintra e Dante Novaes
Adriano Burges Santos e Gustavo Machado
Daniel Platt de Matos e Alexandre Niederauer
Mario Sergio de Jesus e Gabriel P Borges
André Guarischi e Alexandre Tinoco Amaral
Rodrigo Stephan e Miguel Machado
Malcolm Scofield e Gustavo Baiano
Cristian Franzen e Fábio Fregapani Silva
Carlos Ubiratã C Menezes e Carlos Alberto G. Barreto
Tony F L Bengo e Rodrigo de Oliveira
Victor hector Demaison e Matheus Goncalves
Juliana Duque e Rafael Martins
Bruno Bethlem e Dante Bianchi
 
Lista de campeões

1949 - Joseph William Morris Brown / Peter Mac Gregor
1951 - Paulo Von Schilgen/ Jorge Burns
1952 - Ademar Bezerra de Melo/ Arnaldo Bastos
1955 - Gabriel Gonzales / Nelson Piccolo
1956 - Gabriel Gonzales / Nelson Piccolo e Alfredo Bercht / Eduardo Jacobson
1957 - Kurt Keller / Sérgio Christo
1958 - Gabriel Gonzales / Nelson Piccolo
1959 - Gabriel Gonzales / Nelson Piccolo
1960 - Gabriel Gonzales / Nelson Piccolo
1965 - Axel Schmidt / Erik Schmidt
1966 - Nelson Piccolo / Carlos Lorenzi
1967 - Nelson Piccolo / Carlos Lorenzi
1968 - Cristiano Pontes / José Pontes
1970 - Axel Schmidt / Arnaldo Caldas
1971 - Gastão Altmayer / Host Brandau
1974 - Marco Aurélio Paradeda / Reiner Weipercht
1975 - Marco Aurélio Paradeda / Herbert Heidrich
1976 - Marco Aurélio Paradeda / Luiz Penjovic
1978 - Ivan Pimentel / Alex Weil
1979 - Boris Ostergrin / Ernesto Naugenbauer
1980 - Torben Grael / Lars Grael
1981 - Torben Grael / Lars Grael
1982- Pedro Bulhões / Ricardo Stabile
1983 - Paulo Santos / Marçalo Santos
1984 - Paulo Santos / Cássio Ashauer
1985 - Paulo Santos / Cássio Ashauer
1986 - Paulo Santos / Cássio Ashauer
1987 - Torben Grael / Luiz Marcelo Maia
1989 - Paulo Santos / Ricardo Santos 
1990 - Torben Grael / Anders Schmidt
1992 - Alexandre Paradeda / Caio Vergo
1993 - Ivan Pimentel / Anders Schmidt 
1994 - George Nehm / Fernando Krahe
1995 - Alexandre Paradeda / Flávio Fernandes
1996 - Alexandre Paradeda / Flávio Fernandes
1997 - Alexandre Paradeda / Flávio Fernandes
1998 - Alexandre Paradeda / Flávio Fernandes
1999 - André Otto Fonseca / Rodrigo Duarte
2000 - André Otto Fonseca / Rodrigo Duarte
2001 - Alexandre Paradeda / Eduardo Paradeda
2002 - Ivan Pimentel / Felipe Novelo
2003 - Bruno Bethlem / Dante Bianchi
2004 - Alexandre Paradeda / Roberto 
2005 - Bruno Bethlem / Pedro Tinoco 
2006 - Bruno Bethlem / Dante Bianchi
2007 - Bruno Bethlem / Dante Bianchi
2008 - Bruno Bethlem / Dante Bianchi
2009 - Bruno Bethlem / Dante Bianchi
2010 - Bruno Bethlem / Dante Bianchi
2011 - Alexandre Paradeda / Gabriel Kieling
2012 - Bruno Bethlem / Dante Bianchi
2013 - Bruno Bethlem / Dante Bianchi
2014 - Alexandre Paradeda / Gabriel Kieling
2015 - Alexandre Paradeda / Lucas Aydos
2016 - Mateus Tavares / Gustavo Carvalho
2017 - Alexandre Paradeda / Lucas Mazim 
2018 - Alexandre Paradeda / Lucas Mazim 
2019 - Alexandre Paradeda / Gabriel Kieling
2020 - Matheus Tavares / Flavio Castro

Sobre o barco

Classe: Snipe Class International Racing Association

Nº de tripulantes: 2

Designer: William Crosby

Material do casco: madeira ou fibra de vidro

Ano do primeiro projeto: 1931

Comprimento do casco: 4,7 m

Quantidade de vela: 2 (mestra e buja) Peso do barco: 173 kg

 

-----

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flavio Perez
flavio@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
+55 11 99949-8035
www.onboardsports.net

 

 

 

 

 

 

Leia também...
14.05.2022

Equipes de vela oceânica fizeram uma regata-treino em Santos (SP) neste fim de semana

23.04.2022

Barco Delta 32 de Vitor Moita participa do Ubatuba Sailing Festival

28.03.2022

Dupla Carlos Dohnert Gustavo Kunze conquista o título da competição disputada na Baía de Guanabara

27.03.2022

Velejadores de 120 barcos estiveram na regata de vela oceânica de Angra dos Reis (RJ), uma das que mais cresce no cenário nacional