Capa

Snipe Worlds Mundial de Snipe Vela

Juliana Duque e Mila Beckerath são campeãs do Mundial de Snipe Feminino 2021

Dupla da Bahia ganhou quase todas as regatas no Yacht Club Paulista e garantiu o título por antecipação

09.10.2021  |  1.464 visualizações

O Mundial Feminino de Snipe 2021 conheceu neste sábado (9) a dupla campeã da edição 2021. As brasileiras Juliana Duque e Mila Breckerath (Yacht Club da Bahia) venceram cinco das sete regatas disputadas para confirmar o título no Yacht Club Paulista, em São Paulo (SP).

Na última prova do evento, as baianas precisavam apenas ficar no meio da flotilha, mas mantiveram o estilo nas largadas e contornos de boia. Confirmando o favoritismo, a dupla não decepcionou e ficou em primeiro para coroar a conquista na Represa de Guarapiranga em grande estilo.

É o segundo título mundial que o Brasil conquista no feminino. Juliana Duque venceu a edição de 2016 ao lado de Amanda Sento.

O evento, realizado neste ano em São Paulo, contou com 42 duplas representando sete países: Argentina, Alemanha, Brasil, Chile, Croácia, Estados Unidos e Noruega. 

A dupla formada pela croata Andela Viturri e da norueguesa Maj Kristin foi a vice-campeã. A medalha de bronze ficou para o barco das brasileiras Martha Rocha e Larissa Juk. As posições no pódio atrás das campeãs foram devidas nas regatas chuvosas deste sábado.

“A gente veleja junto há muito tempo. Já competimos em outros campeonatos mundiais e isso foi fundamental para o nosso desempenho durante toda essa edição! Estamos felizes por ganhar essa competição tão importante para o Snipe feminino”, comentou Juliana Duque, medalhista pan-americana em Lima 2019 e campeã mundial de Snipe de 2016. 

O último dia de competição foi realizado com ventos variando de 5 a 10 nós e uma temperatura de 16 graus. Mesmo com a baixa temperatura e chuva, a dupla brasileira manteve o ritmo para fechar na primeira colocação no Mundial feminino 2021. 

"Sensação de missão comprida! Estamos muito felizes com duas vitórias hoje. O nosso objetivo era uma dobradinha nas duas últimas regatas e conseguimos. Fechamos o Mundial da forma que imaginávamos", explicou Mila Beckerath.

A competição também premiou as melhores duplas de Júnior e Master. Entre as atletas mais novas, o melhor desempenho ficou com Marina Roma e Alexia Buck. “Foi um campeonato de alto nível técnico e com muita alegria na água. Ver as meninas de todas as idades competindo valeu a pena principalmente nesse período de pandemia. Tivemos sete países e 84 atletas, um número expressivo”, disse Paola Prada, organizadora.

A atleta olímpica Adriana Kostiw foi um dos maiores nomes do evento. A velejadora, que está em remissão de um câncer de mama, fez questão de voltar ao Brasil apenas para disputar o campeonato ao lado de Andrea Ruschmann.

“No final de setembro de 2019 estava na Suíça e descobri o câncer na mama. Foi um tumor agressivo e enfrentei fora do Brasil. Em janeiro de 2020, fiz uma operação complicada e depois todo processo necessário para recuperação e continuar combatendo o tumor. Estar aqui no Mundial é uma vitória na minha vida! Eu amo velejar e fiz de tudo para conseguir participar. É muito lindo ver toda essa geração de mulheres juntas", disse Adriana Kostiw.

Até março deste ano, Adriana Kostiw estava em tratamento de quimioterapia. 

Top 10 do Mundial

1º - Juliana Duque/Mila Beckerath (YCB/MB) 8 pontos

2º - Marija Andela / Maj Kristin (CRO/NOR) 25 pontos

3° - Martha Rocha / Larissa Juck (ICSC) 32

4º - Marina Roma Fonte/Alexia Buck (CIC/YCSA) 42 pontos

5º - Mariela Salermo/Florencia Buiatti (YCA/YCR) (CIC/YCSA) 47 pontos

6° - Odile Ginald/ Adhara Ginald (ICES/MB) 49 pontos 

7º - Kathleen Tocke/Jessica Claflin (EUA) 54 pontos

8º - Isabel Ficker/Laura Zanni (YCSA) 56 pontos

9° - Gabriela Kidd/Marina Issler (ICRJ/MB) 65 pontos

10°- Anna Julia Tenório/Débora Bergamini (EVI) 66 pontos 

Campeãs Mundiais:

1994 Yokohama, Japão - Pauline Book & Carine Juliussen (NOR)

1996 Mar Menor, Espanha - Pauline Book & Carine Juliussen (NOR)

1998 Annapolis, EUA -  Ekaterina Skoudina & Tatiana Lartseva (RUS)

2000 Trieste, Itália -  Karianne Eikeland & Janett Krefting (NOR)

2002 St. Petersburg, EUA -  Carolyn Brown Krebs and Julie Redler (EUA)

2004 Oslo, Noruega - Andrea & Mariana Foglia  (URU)

2006 Punta del Este, Uruguai - Andrea & Marian Foglia  (URU)

2008 Roquetas de Mar, Espanha - Marina Gallego & Marina Sanchez (ESP)

2010 St. Petersburg, EUA - Anna Tunnicliffe & Molly Vandermoer (EUA)

2012 Malaga,Espanha - Marta & Angela Hernandez (ESP)

2014 Cordoba, Argentina - Maria Paula & Mariala Salerno (ARG)

2016 Bracciano, Itália -  Juliana Duque & Amanda Sento Sè (BRA)

2018 Newport, Rhode Island, EUA -  Carol Cronin & Kim Couranz (EUA)

2021 São Paulo, Brasil - Juliana Duque & Mila Beckerath (BRA)

Sobre o barco

Classe: Snipe Class International Racing Association

Nº de tripulantes: 2

Designer: William Crosby

Material do casco: madeira ou fibra de vidro

Ano do primeiro projeto: 1931

Comprimento do casco: 4,7 m

Quantidade de vela: 2 (mestra e buja)

Peso do barco: 173 kg

 

Mais informações com a equipe On Board Sports

Site oficial -- https://2021womens.snipeworlds.org

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flavio Perez
flavio@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
+55 11 99949-8035
🔛 www.onboardsports.net

 

 

 

 

 

 

Leia também...
08.10.2021

Faltando ainda mais duas regatas e a entrada do descarte, baianas Juliana Duque e Mila Beckerath praticamente garantem o título com desempenho quase perfeito

07.10.2021

Juliana Duque e Mila Beckerath venceram as duas regatas desta quinta-feira (7), no Yacht Club Paulista (YCP)

06.10.2021

Estreia do Mundial de Snipe Feminino contou com duas regatas no Yacht Club Paulista, em São Paulo (SP)

05.10.2021

Principal competição da categoria 100% para mulheres começa nesta quarta-feira (6) no Yacht Club Paulista