Capa

Escolinha

Triathlon muda a perspectiva de crianças de Ceilândia

Projeto com seis anos de experiência na educação por meio do esporte chegou em maio à região conhecida como celeiro de campeões do atletismo

11.08.2021  |  185 visualizações

O triathlon chegou a Ceilândia para mudar a perspectiva de crianças e adolescentes. Inaugurado em maio, o novo núcleo da Escolinha de Triathlon Formando Campeões trouxe vida nova ao Centro Olímpico e Paralímpico do Parque da Vaquejada. O local estava com atividades paralisadas devido à pandemia de coronavírus. E já provoca uma transformação social entre a garotada, numa região conhecida como celeiro de campeões do atletismo brasileiro.

Além da pista de atletismo, o COP conta com piscina e vários outros espaços com boa infraestrutura para a prática do esporte. Alguns desses espaços vêm sendo ocupados exclusivamente pelos pequenos triatletas da Escolinha. Eles também recebem todo o material de treino, como óculos e touca de natação e bicicletas. Durante as aulas, realizadas quatro vezes por semana no contraturno escolar, os alunos têm contato não só com as técnicas das três modalidades, mas também com valores como disciplina, respeito e o gosto pela prática de atividade física.

"As crianças chegaram sem conhecer nada sobre o triathlon. Perguntavam a que horas era o jogo. Conversei muito com elas, mostrei vídeos de competições de triathlon nas Olimpíadas. E comecei as aulas com exercícios lúdicos, para elas entenderem o que significa o esporte", conta o professor Nildomar Valadares dos Passos. Ex-atleta de corrida dos 800m e dos 1.500m, Nildomar chegou a treinar em São Paulo com Adauto Domingues, técnico do brasiliense Marílson Gomes, um dos grandes nomes do atletismo brasileiro.

 

Alta procura pelo triathlon

Com o isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus, muitas crianças e adolescentes se viram sem qualquer opção de atividade física ou lazer. A chegada da Escolinha de Triathlon Formando Campeões gerou uma alta procura pelo esporte, com mais de 500 inscrições para as 40 vagas disponíveis. Com tanto interesse, o desafio inicial foi recuperar o condicionamento físico da garotada.

Além das técnicas, as aulas incluem muitas brincadeiras, tanto na corrida na pista de atletismo como na piscina. Os alunos também fazem pequenos circuitos de bicicleta. "Os alunos estão empolgados, se esforçam bastante. Tem uma aluna que vem com a mãe e precisa pegar dois ônibus para chegar ao treino, às vezes com dificuldade. Uma outra menina caminha 5km junto com a mãe, de casa até o treino", enumera Nildomar.

As aulas já mostram resultados, com alguns talentos despontando entre os pequenos triatletas. Mas Nildomar Valadares dos Passos destaca a transformação social como o ponto alto do projeto.

"O esporte é uma ferramenta extraordinária na formação do ser humano. Para as crianças da periferia, o projeto é a única oferta de uma atividade física. Mais que isso, representa o acesso delas a uma bike boa, um lanche, uma projeção de futuro. E essa sementinha plantada pelo Juraci Moreira, padrinho da Escolinha, tem um efeito fantástico não só na vida das crianças, mas também na dos professores, como eu. Traz trabalho, sonho, esperança."

Juraci Moreira, triatleta com participação em três Olimpíadas e hexacampeão brasileiro, é o idealizador e gestor do projeto. Iniciada há seis anos em Curitiba, no Paraná, a Escolinha de Triathlon contempla cerca de 580 crianças e adolescentes em 13 núcleos espalhados por Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Distrito Federal e Ceará.

 

Metas da Agenda 2030 na Escolinha

Promover uma educação de qualidade por meio do esporte é uma das grandes missões da Escolinha de Triathlon Formando Campeões. Também é um dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável que integram a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, a ONU, com a qual o projeto está comprometido. A Escolinha busca atingir esses objetivos de forma individual, com ações de conscientização com os alunos, e coletiva. Faz parte do projeto o compartilhamento dos equipamentos de treino, a preocupação com uma educação escolar de qualidade, adoção da igualdade de gêneros no número de alunos e professores.

 

Formando Campeões

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões, iniciada há cinco anos em Curitiba (PR), é hoje um modelo de formação da modalidade no País. Em Ceilândia, as aulas de triathlon englobam as três modalidades do esporte (natação, ciclismo e corrida). Divididas em turmas de 10 alunos de acordo com a faixa etária, as crianças treinam às segundas, terças, quintas e sextas-feiras pela manhã, das 9 às 11 horas, e à tarde, das 15 às 17 horas.

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões é viabilizada pela Lei de Incentivo ao Esporte, programa da Secretaria Especial do Esporte, Ministério da Cidadania e Governo Federal com a execução da Esco.t Escolinha de Talentos e apoio da Secretaria de Esportes e Lazer do Distrito Federal. A SulAmérica é a patrocinadora do projeto.

 

Curta a Fã page - Escolinha de Triathlon - Formando Campeões

------------

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

🏃‍♀️  Juliana Leite 
📧   juliana@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
📱   +55 11 99119-8185
🔛   www.onboardsports.net

Leia também...
07.09.2021

Projeto criado em maio em Ceilândia já mostra resultados, com alunos habilidosos no triathlon e na escola

25.08.2021

Coordenador de um dos núcleos do projeto é o técnico da equipe de paratletas nos Jogos, que disputa medalhas nos dias 27 e 28