Capa

Escolinha de Triathlon discute automutilação e ideação suicida entre crianças e adolescentes

Ação inédita do projeto, em todos os núcleos no País, pretende aproximar pais, professores e psicólogos para orientar os jovens

02.06.2021  |  106 visualizações

Uma ação inédita da Escolinha de Triathlon Formando Campeões vai colocar em pauta assuntos delicados como automutilação e ideação suicida entre crianças e adolescentes. O projeto planeja uma série de palestras ministradas por psicólogos especializados, reunindo pais e professores do projeto. Em Curitiba, a primeira palestra, virtual, foi conduzida pela Associação Fênix na semana passada, com a presença de todas as equipes da Escolinha e 54 pais de alunos.

Os relatos de automutilação e ideação suicida entre crianças e adolescentes aumentaram durante a pandemia de Covid-19. Um estudo norte-americano feito no Texas e divulgado na publicação Pediatrics apontou um crescimento de 1,6% na ideação suicida em março de 2020. Atendendo muitos jovens em situação de vulnerabilidade social no Brasil, a Escolinha de Triathlon também vê com preocupação o aumento nas notificações desses casos.

"Nós vivemos num mundo com excesso de informações. Há muitas opções disponíveis, inclusive no que se refere à sexualidade, e isso é demais para os mais jovens. Eles podem sentir que não se encaixam. E, quando estão numa família abusiva, ou de alguma forma disfuncional, a questão explode entre os 16 e 17 anos", explica a psicóloga Alane Fernanda Henrique, da Associação Fênix, destacando que o isolamento social imposto pela pandemia agravou situações de conflito já existentes. "Com o isolamento social, os jovens deixaram de ter uma rotina fora de casa, a proximidade com os professores e com os amigos da escola."

Na palestra realizada em Curitiba, com pais e professores dos núcleos CPM, Boqueirão, Oswaldo Cruz, CIC, Boa Vista, Cajuru e Santa Felicidade, a psicóloga destacou o papel de cada um, educador e família, na orientação dos jovens. E alertou para comportamentos que devem ser vistos com atenção. "Crianças mais novas podem ficar rebeldes, agressivas, comer muito. Os adolescentes de repente se isolam no quarto, dormem muito, vestem roupas compridas mesmo no verão, para esconder os sinais da automutilação", exemplifica Alane. "Os pais devem ficar próximos dos filhos, perguntar o que está acontecendo, manter a porta aberta para o diálogo."

Formação social por meio do esporte

A formação de crianças e adolescentes por meio do esporte é a principal missão da Escolinha de Triathlon Formando Campeões. Mais do que as técnicas do nada, pedala e corre, a equipe técnica segue diretrizes pedagógicas para orientar os triatletas mirins em questões como organização pessoal, disciplina e respeito aos pais e professores. O comportamento e o estado emocional dos pequenos é um dos focos de atenção dos treinadores, que formam com os alunos um elo para além do esporte.

"Nós já temos um olhar atento sobre os alunos em relação a estados de ansiedade, depressão e outras situações. E a palestra da Associação Fênix trouxe orientações de forma clara e precisa. Nos deu mais subsídos para tratar desses assuntos delicados, como a automutilação, saber identificar problemas, entender como conversar com as crianças e como levar as questões aos pais e psicólogos. Essa será nossa maior parceria com eles", avalia Ricardo Júnior Cardoso, coordenador do projeto.

A Associação Fênix

Fundada em 2006, a Associação Fênix iniciou seu trabalho tendo como missão combater a violência, dando ênfase a violência sexual e doméstica, conflitos familiares e atender crianças, adolescentes e jovens vivendo ou convivendo com HIV.
A entidade oferece atendimento social e psicológico, oficinas lúdicas, reforço escolar, incentivo à leitura, dinâmicas em grupo e individual, atendimento psicológico individual e familiar, psicopedagogia, assistência social, visitas domiciliares e assistência jurídica.
É uma das únicas instituições no Brasil a atender não só a criança ou adolescente vítima, mas também o “suposto abusador”, através de acolhimentos com a Equipe do Serviço Social e com agente de proteção da Vara da Infância e Juventude de Curitiba.

Metas da Agenda 2030 na Escolinha

Assegurar às crianças e adolescentes uma educação de qualidade por meio do esporte, é uma das metas da Escolinha de Triathlon Formando Campeões. O projeto está comprometido com os objetivos de desenvolvimento sustentável que integram a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, a ONU.

A Agenda 2030 tem 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, entre eles a erradicação da pobreza, conquista da saúde e bem-estar, educação de qualidade para todos e igualdade de gêneros. A Escolinha busca atingir esses objetivos de forma individual, com ações de conscientização com os alunos, e coletiva. Faz parte do projeto o compartilhamento dos equipamentos de treino, a preocupação com uma educação escolar de qualidade, adoção da igualdade de gêneros no número de alunos e professores.

Formando Campeões

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões, iniciada há cinco anos em Curitiba (PR), é hoje um modelo de formação da modalidade no País. Idealizado pelo atleta olímpico curitibano Juraci Moreira, contempla cerca de 580 crianças e adolescentes em 13 núcleos espalhados por Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Distrito Federal e Ceará.

A unidade do Colégio da Polícia Militar do Paraná foi a primeira a ser criada, e é pioneira na formação de triatletas. Hoje, atende mais de 80 alunos. As crianças contam com todos os equipamentos necessários e são treinadas por especialistas na modalidade.

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões é viabilizada pela Lei de Incentivo ao Esporte, programa da Secretaria Especial do Esporte, Ministério da Cidadania e Governo Federal com a execução da Federação Paranaense de Triathlon e apoio do Colégio da Polícia Militar do Paraná. Os patrocinadores são SulAmérica, Electrolux e Rede Condor.

 

Curta a Fã page - Escolinha de Triathlon - Formando Campeões

------------

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

🏃‍♀️  Juliana Leite 
📧   juliana@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
📱   +55 11 99119-8185
🔛   www.onboardsports.net

Leia também...
28.05.2021

Um dos destaques do núcleo CPM do projeto, Leonardo Espíndola tem na mãe sua grande inspiração

07.04.2021

Projeto se compromete com a redução de desigualdades por meio do esporte como ferramenta de educação e inclusão

24.03.2021

Destaques do grupo de alto rendimento, Gabrielle Lemes, Alice Tinelli e Fernanda Nardino refletem o trabalho do projeto em prol do empoderamento feminino

22.02.2021

Após quase um ano sem competições, atletas mostram resultados expressivos no 16º Triathlon de Verão de Guaratuba, neste domingo (21)