Capa

Prosports Brazil

Aos 17 anos, Pedrinho celebra convocação para Seleção Sub-21 de vôlei

Jovem do DF está entre os 13 nomes do técnico Guilherme Novaes para treinos visando o Sul-Americano da categoria, que será em setembro

27.05.2022  |  1.165 visualizações

O ano de 2022 promete ser de grandes oportunidades de crescimento para o jovem Pedro Henrique Sousa, mais conhecido como Pedrinho. O levantador de 17 anos, agenciado pela Pro Sports, já garantiu presença na Seleção Brasileira sub-21.

O Brasil busca o 20º título do Sul-Americano da categoria. Enquanto a lista não está fechada, o técnico Guilherme Novaes convocou 13 atletas para um período de treinos em Saquarema (RJ).

Ciente de todo o seu potencial, o jovem não esconde que esperava pela convocação. A competição será em setembro, na cidade de Tacna, no Peru.

"Estava esperando, sim. Sempre tem uma expectativa para a convocação. Então, depois de ver meu nome na lista fiquei muito feliz e ansioso para começar os trabalhos", celebra o atleta de 1,84m e 73 kg.

Natural de Brasília, ele acredita que o seu histórico na categoria sub-19 e o seu desempenho pelo Uberlândia na temporada 2021/2022 foram decisivos para a sua convocação. Pedrinho disputou o Mundial Sub-19, no ano passado, quando o Brasil terminou em sétimo, mas ele foi um dos destaques.

Já em 2022, ele ganhou o Campeonato Brasileiro de Seleções-Divisão Especial Sub-20, o principal da categoria, representando o seu estado.

"Nessa última temporada, acredito que o diferencial foi uma campanha de muito sucesso na Superliga B pelo Uberlândia, onde eu evolui bastante, além da conquista do CBS pelo DF.", comentou.

Pedrinho começou a carreira no Brasília e depois defendeu o Sada/Cruzeiro e Café Vasconcelos/Araguari/Ubevôlei. Inicialmente, ele via o esporte como um hobbie e percebeu que poderia ganhar a vida com o voleibol quando saiu de casa e foi para Minas defender a Raposa. Agora, além do Sul-Americano, ele se prepara também para a Copa Pan-Americana Sub-21.

Mais sobre o Sul-Americano Sub-21

O torneio existe desde 1972, sempre a cada dois anos. No entanto, não aconteceu em 2020 por conta da pandemia da Covid-19. Assim, a última edição foi em 2018, quando a Seleção venceu a Argentina, em torneio realizado em Bariloche, no país vizinho.

O Brasil é, de longe, o maior campeão, com 19 taças, enquanto a Argentina tem quatro e a Venezuela, uma. Serão seis países participantes. Pedrinho não esconde a ansiedade de seguir fazendo bonito, se firmar como profissional e seguir os passos de seus ídolos.

"As expectativas são as melhores possíveis, procurando sempre evoluir durante todo o tempo aqui dentro. Quero chegar na seleção adulta e ser campeão de tudo pela seleção e por clubes. Meus jogadores preferidos são Willian (Minas) e Cachopa (Cruzeiro), ambos levantadores também".

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flávio Perez e Katarine Monteiro

flavio@onboardsports.net | katarine@onboardsports.net

Leia também...
21.06.2022

Central agenciado pela Pro Sports estará em quadra no próximo compromisso da equipe brasileira, contra a Polônia, nesta quarta-feira

13.06.2022

Equipe verde e amarela conta com a maturidade do central em busca do desafio de se manter entre as grandes potências da modalidade

02.06.2022

Jovem atleta de 17 anos tem passagens pela Seleção Brasileira de base e terá seu primeiro ano como profissional no time rubro-negro

01.06.2022

Pro Sports Brazil foi a responsável por fazer a transação do treinador