Capa

vela Vela Vela

Vela brasileira terá 14 atletas na 50ª edição do Mundial da Juventude, em Omã

Evento acontece entre os dias 11 e 18 de dezembro na cidade de Mussanah

07.12.2021  |  1.464 visualizações

Após mais de um ano de espera devido ao cancelamento de sua edição na Bahia em 2020 pela pandemia de covid-19, no próximo sábado (11) o Mundial da Juventude finalmente chega à sua 50ª edição. O campeonato organizado pela World Sailing, que tradicionalmente conta com os nomes da nova geração da vela brasileira e mundial, acontece em Mussanah, Omã, entre os próximos dias 11 e 18 de dezembro.

O Brasil será representado por 14 atletas, que disputarão provas das classes 420 (masc. e fem.), 29er (masc. e fem.), Nacra 15, ILCA 6 (masc. e fem.), Bic Techno 293+ (masc.) e Formula Kite (masc.).

Em um evento onde já brilharam grandes nomes brasileiros da modalidade como Robert Scheidt, ouro em 91, e Martine Grael e Kahena Kunze, ouro em 2009, a expectativa é que uma nova geração da vela brasileira se firme na modalidade.

O mais novo da delegação brasileira, Alex Kuhl, de 15 anos, foi campeão mundial de Optimist em julho deste ano e é um dos velejadores que entra forte na disputa do 420 masculino. Ao lado de Marcos Arndt, ele espera fazer um bom campeonato para se firmar na nova classe.

“Comecei há pouco tempo no 420. Faz mais ou menos 3 meses que estou na classe, acabei de sair do Optimist, mas a minha expectativa para o Mundial é bem grande pois estou treinando bastante e me dedicando para tentar trazer uma medalha para o nosso país”, contou Alex.

“Nos conhecemos há um bom tempo e nos damos muito bem, já que temos o mesmo objetivo de ganhar o campeonato. Esse é o meu segundo Mundial da Juventude, o que me dá uma grande vantagem”, analisa Marcos Arndt.

Outra dupla que promete dar trabalho para as adversárias no Mundial em Omã é formada por Joana Gonçalves e Luisa Madureira, do Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ). Em 2021, as duas velejadoras de 16 anos, na categoria feminina, foram campeãs brasileiras e da Semana Internacional de Vela do Rio de Janeiro e vice-campeãs da Copa Brasil de Vela.

“Sem dúvidas, o trabalho que vem sendo feito desde julho do ano passado, quando a gente começou, é muito bom. A gente sempre treinou muito, teve muita constância em campeonatos, se esforçou dentro e fora d’água e tem uma relação muito boa como amigas”, comemorou Joana Gonçalves.

“O nosso grupo do 420 feminino e masculino está muito unido para o Mundial. Estou extremamente feliz em poder participar de um campeonato como esse, é uma oportunidade incrível!”, completou.

A cidade de Mussanah, sede do evento, é conhecida por suas condições de navegação de alta qualidade durante todo o ano. Em dezembro, as temperaturas devem ficar em torno de 24 °C em média, enquanto a força média do vento deve ficar entre 10 e 17 nós.

O Time Brasil tem a participação apoiada pela Confederação Brasileira de Vela (CBVela), que estará representada na competição por Juan Sienra, chefe de equipe. Desde 2018 trabalhando como coordenador técnico da Vela Jovem no país, o uruguaio vê no evento a chance de evolução para os atletas.  

"Graças ao excelente trabalho do nosso programa da CBVela e com a parceria fundamental dos clubes, classes e federações, temos tido um grande sucesso não somente a nível de resultados mas também a nível de crescimento das classes jovens no Brasil", analisou Juan Sienra.

"Acreditamos que além da parte esportiva este evento traz uma rica troca de experiências para os atletas brasileiros e contribui positivamente na sua formação como cidadãos e indivíduos" disse o chefe da delegação em Omã. "Estamos confiantes na equipe e temos um grupo de atletas dedicados e que se prepararem da melhor forma dentro das limitações existentes", completou. 

Confira a lista de todos os atletas brasileiros confirmados no Mundial da Juventude:

Joana Gonçalves (ICRJ) – 16 anos / Classe: 420 feminino

Luisa Madureira (ICRJ) – 16 anos / Classe: 420 feminino

Marcos Arndt (YCI) – 18 anos / Classe: 420 masculino

Alex Kuhl (YCI) – 15 anos / Classe: 420 masculino

Lorenzo Balestrin (Clube dos Jangadeiros) – 18 anos / Classe: 29er masculino

Pedro Breternitz (Clube dos Jangadeiros) – 18 anos / Classe: 29er masculino

Gabriela Vassel (ICRJ) – 16 anos / Classe: 29er feminino

Larissa Olivera (ICRJ) – 17 anos / Classe: 29er feminino

Julia Ollivier (CICP) – 18 anos / Classe: Nacra 15

Roberto Cardoso (CICP) – 18 anos / Classe: Nacra 15

Isadora Dal Ri (Clube dos Jangadeiros) – 17 anos / Classe: ILCA 6 feminino

Pedro Lepecki Madureira (ICRJ) – 18 anos / Classe: ILCA 6 masculino

Tiago Rodrigues (BL3) – 17 anos / Classe: Bic Techno 293+

Rodrigo Morais (BL3) – 18 anos / Classe: Formula Kite

Sobre a CBVela

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Tem o Bradesco como patrocinador oficial, e o Grupo Energisa como parceiro oficial e patrocinador da Vela Jovem. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: oito. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 19 medalhas em Jogos Olímpicos.

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flavio Perez

katarine@onboardsports.net | flavio@onboardsports.net

+55 11 99949-8035

www.onboardsports.net

Leia também...
08.08.2022

Segundo a CBVela, classes contempladas serão as que fazem parte do programa do Mundial da Juventude

07.08.2022

Entidade máxima da vela e Prefeitura local comemoram sucesso do 1º Festival de Vela de Caraguatatuba

06.08.2022

O mau tempo permitiu apenas a realização de duas das três regatas previstas para o dia em Caraguá

05.08.2022

O evento será realizado entre os dias 5 e 7 agosto na cidade do litoral norte do estado de São Paulo