Capa

Escolinha

Escolinha de Triathlon muda cenário da modalidade entre as crianças com presença recorde no Brasileiro Infantil

Referência na formação de jovens por meio do esporte, projeto levou 30 alunos ao pódio da competição, neste domingo (28), em Caiobá | PR

28.11.2021  |  406 visualizações

Um encontro inédito reuniu mais de 100 alunos da Escolinha de Triathlon Formando Campeões de quatro cidades no Campeonato Brasileiro Infantil de Triathlon. Juntos, eles somaram mais da metade dos inscritos na competição disputada neste domingo (28), em Caiobá. O maior desafio da temporada marcou um ano de muito aprendizado e expansão do projeto, hoje com 15 núcleos no Brasil. Mais do que a presença maciça no pódio, os resultados apontam para o futuro de uma nova geração transformada pelo esporte.

O Campeonato Brasileiro Infantil de Triathlon teve a participação de quase 200 atletas de dez estados, na praia de Caiobá, em Matinhos, Paraná. A disputa do triathlon foi aberta a jovens de 8 a 15 anos. O duathlon incluiu também crianças a partir dos 4 anos. Maior equipe presente, a Escolinha de Triathlon levou um contingente de 15 professores para supervisionar a garotada. Os alunos também contaram com um incentivo de peso: a presença do ídolo Juraci Moreira, triatleta olímpico, idealizador e padrinho do projeto.

"Orgulho é a palavra. Orgulho de ver o trabalho que vem sendo realizado pelos coordenadores, professores, patrocinadores, uma equipe que está fazendo o projeto acontecer. Orgulho de ver tantos alunos nossos na competição, com recorde de inscritos. Orgulho de saber que a Escolinha está mudando o cenário do triathlon infantil no País", destacou Juraci Moreira. Durante toda esta semana, ele visitou os núcleos de Curitiba, no Paraná, e o de Joinville, em Santa Catarina. Aproveitou para conversar e treinar com a criançada e dar um estímulo a mais para a competição. "É legal, também, ver outras escolinhas aqui e saber que estamos motivando cada vez mais pessoas a tomarem essa iniciativa de formar crianças e adolescentes pelo triathlon."

 

A base vem cada vez mais forte

O Campeonato Brasileiro Infantil é o principal desafio da temporada para os triatletas mirins. Termômetro do desenvolvimento da criançada ao longo do ano, é também uma confraternização, uma troca de experiências com jovens de outras regiões e muito crescimento. Aprender a ganhar e perder, trabalhar em equipe, ser solidário e ter resiliência são características que ajudam a moldar adultos mais preparados. Na Escolinha de Triathlon, a evolução foi grande, desde a primeira participação do Brasileiro Infantil, em 2015, com 25 alunos do núcleo CPM. Hoje, com mais de 100 alunos de dez núcleos e quatro cidades, o projeto alimenta a formação das categorias de base em todo o Brasil.

"No primeiro ano, tudo era novidade na experiência com as crianças. Na prova deste domingo, a organização foi muito boa, com recorde de inscritos. Acredito que a grande mudança seja a percepção das crianças sobre a prova a partir do exemplo de vários atletas que começaram lá atrás. Hoje esses atletas de 2015 são exemplos para os pequenos, criando um clima motivacional bem legal", analisou o coordenador Ricardo Júnior Cardoso. "Percebemos também que o triathlon infantil cresceu exponencialmente, teremos uma base cada vez melhor."

 

Resultados no Brasileiro Infantil de Triathlon

Triathlon

08-09 anos masculino
1. Luiz Lorenzo Rossi - CPM | Curitiba
4. Natan Franco Wasicky - CPM | Curitiba

08-09 anos feminino
3. Laura Lazzarotti Matias - CIC | Curitiba

10-11 anos masculino
5. Davi Eduardo Nardino - CPM | Curitiba

10-11 anos feminino
2. Nathalia Saba Marinho - CPM | Curitiba
3. Graziele Licheski - CPM | Curitiba
4. Mariana Diniz Lopes - CPM | Curitiba
5. Micaella Precybilovicz - CPM | Curitiba

12-13 anos masculino
2. Arthur Pereira Morer - Boqueirão | Curitiba
4. Miguel Mazorca - CPM | Curitiba (pré-alto rendimento)
5. Joaquim Marques dos Santos - CPM | Curitiba

12-13 anos feminino
4. Isabela Michaliszyn - Joinville
5. Ingrid Aguiar de Souza - CPM | Curitiba

14-15 anos masculino
1. Nicolas Carvalho Silva - CPM | Curitiba (pré-alto rendimento)
4. Caio César de Almeida Arantes - CPM | Curitiba (pré-alto rendimento)
5. Cristiano Ferreira - CPM | Curitiba (pré-alto rendimento)

14-15 anos feminino
1. Ana Carolina Licheski - CPM | Curitiba (pré-alto rendimento)
2. Angelina Carvalho Silva - CPM | Curitiba (pré-alto rendimento)
4. Sophia Gomes - CPM | Curitiba

Duathlon

08-09 anos masculino
1. Guilherme Candiani Lopes - Itu
3. Leonadro Pedroso dos Santos - CIC | Curitiba
4. Miguel Archanjo Parrillo - Boa Vista | Curitiba
5. Arthur Baptista Santos - CIC | Curitiba

08-09 anos feminino
1. Vitória Ferreira de Araújo - CIC | Curitiba

10-11 anos masculino
1. João Arantes Hoinatski - CPM | Curitiba
5. Breno Zabicki - Itu

10-11 anos feminino
1. Cecília Pires Bertaco - Itu
2. Bianca Wosch Kava - Boa Vista | Curitiba
3. Larissa Torrijos dos Santos - Itu

12-13 anos masculino
2. Gustavo Henrique Souza Mello - CPM | Curitiba

 

"Após quase um ano de aulas online e apenas seis meses de treinos presenciais, o desempenho dos alunos foi muito bom. Tivemos vários aprendizados no trabalho com os alunos, focando em detalhes como as transições do triathlon", analisou o coordenador Ricardo Júnior Cardoso. "Seria injusto destacar apenas um ou outro atleta, hoje. Prefiro destacar a atitude de todas as crianças, que enfrentaram cada etapa da prova com muita coragem e dedicação."

 

Metas da Agenda 2030 na Escolinha

A formação de crianças e adolescentes por meio do esporte é a principal missão da Escolinha de Triathlon Formando Campeões. Mais do que as técnicas do nada, pedala e corre, a equipe técnica segue diretrizes pedagógicas para orientar os triatletas mirins em questões como organização pessoal, disciplina e respeito aos pais e professores.

Essas diretrizes também estão de acordo com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável que integram a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, a ONU, com a qual o projeto está comprometido. A Escolinha busca atingir esses objetivos de forma individual, com ações de conscientização com os alunos, e coletiva. Faz parte do projeto o compartilhamento dos equipamentos de treino, a preocupação com uma educação escolar de qualidade, adoção da igualdade de gêneros no número de alunos e professores.

 

Formando Campeões

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões, iniciada há seis anos em Curitiba (PR), é hoje um modelo de formação da modalidade no País. Idealizado pelo atleta olímpico curitibano Juraci Moreira, contempla 660 crianças e adolescentes em 15 núcleos espalhados por Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Distrito Federal e Ceará.

O Paraná conta com sete núcleos, seis deles em espaços mantidos pela Prefeitura Municipal de Curitiba: Boqueirão, Centro, CIC, Cajuru, Boa Vista e Santa Felicidade, em espaços mantidos pela Prefeitura de Curitiba. Juntos, os seis núcleos atendem 240 alunos. As crianças contam com todos os equipamentos necessários e são treinadas por especialistas na modalidade.

A Escolinha de Triathlon Formando Campeões é viabilizada pela Lei de Incentivo ao Esporte, programa da Secretaria Especial do Esporte, Ministério da Cidadania e Governo Federal com a execução da Federação Paranaense de Triathlon, com apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba. A Volvo é a patrocinadora exclusiva do projeto nos núcleos da prefeitura.

 

Curta a Fã page - Escolinha de Triathlon - Formando Campeões

------------

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Juliana Leite 
juliana@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
+55 11 99119-8185
www.onboardsports.net

Leia também...
16.05.2022

Alunos dos seis núcleos mantidos em parceria com a prefeitura de Curitiba mostraram dedicação e talento na prova disputada no litoral paranaense, neste domingo (15)

13.05.2022

Escolinha de Triathlon Formando Campeões programa uma série de simulados da modalidade nos seis núcleos em parceira com a prefeitura

31.03.2022

Busca pela igualdade de gênero é um dos focos de ação do projeto, referência na educação por meio do esporte, em Curitiba

17.12.2021

Projeto encerra a sexta temporada no Paraná com 300 crianças e adolescentes praticando a modalidade em sete núcleos